Como evitar armadilhas no processo de transformação digital?

July 26, 2017

 

Você está cada vez mais convencido de que precisa de uma vez por todas entender, absorver e iniciar a transformação digital da sua empresa mas não tem ideia por onde começar.

 

Salva um artigo aqui, assiste uma palestra ali mas nada que o faça erguer as mangas e colocar a mão na massa.

 

 

Ao mesmo tempo que você está preparado para mudar o (seu) mundo, bate aquele receio do “e se tudo der errado?”, que se não for encarado da maneira correta, pode congelar as suas estratégias fazendo-o ficar pra trás.

 

A velocidade da era digital é assustadora e ao mesmo tempo que traz oportunidades, também exige muito dos envolvidos na hora de se integrar nas empresas.

 

Para isso, nada melhor do que se preparar e dar um passo de cada vez, contando sempre com um mentor ou alguém que possa orientá-lo corretamente na caminhada, minimizando os riscos e tornando o terreno mais seguro. Inserir o digital em um processo envolve mudar significativamente o modelo mental e conceitos da empresa.


Quer um exemplo? Netflix. Nossa querida companheira dos finais de semana praticamente acabou com as locadoras e vem ameaçando consideravelmente o mercado de TV por assinatura.

 

Se a sua empresa também não percebe a ameaça ou não está reagindo a ela, considere-se fora do mercado em pouco tempo.

 

A transformação digital pra valer acontece quando os modelos de negócios e métodos são reinventados por pessoas a fim de aproveitar a oportunidade, mesmo sabendo dos riscos.

 

Por isso, ao iniciar esse processo não se esqueça de refletir sobre os seguintes pontos:

 

  1. Não encare a estratégia digital como algo isolado. Integre-a a estratégia geral e não trate o processo como algo alternativo.

  2. Para conseguir mudanças significativas é preciso criar uma cultura digital e para isso, faz-se muito necessário um programa de inovação contínuo e efetivo, que provoque mudança de mindset.

  3. A união faz a força, já dizia o ditado. Por isso, procure convidar líderes de áreas distintas em prol de um objetivo em comum com foco no resultado final. Assim fica mais difícil se deixar levar pela complexidade política das hierarquias.

  4. Traga o executivo da empresa para vivenciar a experiência. Sem o comprometimento dos superiores, dificilmente uma mudança poderá ser feita.

  5. Integre tudo! Cultura, pessoas, processos, estruturas e atividades tornando-as peças-chave da estratégia.


E não se esqueça: a Multiverso tem a qualificação, a experiência e as ferramentas para te ajudar nesse processo.

 

Você não precisa (e nem deve!) passar por isso sozinho. Então, conte com a gente! :)

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Conteúdos populares
Please reload

FIQUE ATUALIZADO!

Junte-se a nossa comunidade e seja o primeiro a receber as nossas novidades e dicas!

  • Black LinkedIn Icon
  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon

 Criciúma / Florianópolis - Santa Catarina - Brasil

contato@vivaomultiverso.com

Multiverso - Design Thinking - Lego Serious Play - Consultoria - Logo